1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>
Quinta, 26 de Abril de 2018

Carta Aberta sobre o Cirto Teatro Tubinho

PDF Imprimir E-mail

Escrito por Erminia Silva Seg, 21 de Março de 2011 10:07

Em minha pesquisa sobre a história do circo no Brasil, encontrei manifestações da população sobre os espetáculos circenses em suas cidades. No início do século XIX, quase não havia manifestação pública, a não ser as dos próprios jornalistas e de algumas (muito poucas) autoridades públicas, tendo em vista a quase inexistência de um dos principais veículos de comunicação de massa que era o jornal na maioria das cidades.

A partir da segunda metade daquele século, com a permissão de publicação de jornais e um pouco mais de veiculação do mesmo, houve também um aumento de escritas sobre os circos, mas ainda muito pouco, pois há que se considerar que 90% da população era analfabeta. As manifestações se davam em outra ordem, talvez a mais importante, ou seja, a presença maciça da população nos circos em todo o Brasil.

No início do século XX, aumentou significativamente textos escritos por pessoas que iam ao circo. Os jornais, desde o século anterior, já havia aberto espaço em suas páginas para cartas e opiniões dos leitores. Com o aumento de população alfabetizada, houve também uma ampliação da participação dos mesmos nesses espaços. É expressivo observar a quantidade de pessoas escrevendo sobre a passagem dos circos, artistas circenses e solicitando a permanência dos mesmos.

Na segunda metade do XX e início do XXI, apesar da diversidade de mídias e canais de informações, isso também acontece, mas poucas vezes nos chegam proporcionalmente ao grande número de formas de expressão midiática.

Vários grupos de artistas circenses, que não ocupam espaços itinerantes de lona, com certeza recebem elogios públicos sobre suas apresentações, entretanto, circos itinerantes e, particularmente os de circo-teatro, hoje, no Brasil e no mundo, revelações explícitas sobre os seus artistas e seus espetáculos, são tão raros como acontecia lá no longínquo início do século XIX, quando não havia quase nem jornal.

Quando recebemos uma manifestação como abaixo transcrevo, da população de uma cidade, como de Ibiúna ao Circo Teatro Tubinho, isso tem que ser registrado, conhecido, sabido, memorizado e transmitido a todos.

É o que faço agora, deixo registrado em mais um canal de memória, o Circonteúdo.
Erminia
março/2011


"Queridos Amigos!
Hoje tive um dia magico! Um dia daqueles que só o circo pode nos proporcionar!
Aproximadamente um ano atras estivemos na cidade de Ibiuna-Sp com uma temporada de 3 meses, e um publico maravilhoso.
No mes passado fomos convidados pela administração municipal, a voltar para uma temporada curta na semana dos festejos do aniverssario da cidade.
Hoje, ja se preparando para a mudança, que ocorreria domingo, e depois de realizar 2 matines para escolas carentes do municipio, fomos surpreendidos com a noticia de que a população se mobilizou e organizou um grande abaixo assinado entregue ao prefeito, pedindo que o mesmo não nos deixe partir.
Ainda para encerrar o dia uma carta aberta foi colocada no ar por um cidadão ibiunense que ja assistiu a mais de 40 espetaculos nossos.
Segue a carta para quem quiser ler:
http://apanaceiaessencial.blogspot.com
São dias como esse que fazem tudo valer a pena!
Abraços
Zeca (Tubinho)
www.tubinho.com.br "


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Painel de entrevistas

jose_rubens_peq
José Rubens
Thumb_lily
Lily Curcio
thumb_chacovachi
Payaso Chacovachi
Argentina
thumb_muralla
Teatro la Muralla
Equador
thumb_museo
Teatromuseo
Chile





Erminia em entrevista no Jô

(+) entrevista na íntegra

Parceiros

As Marias da Graça (Rio de Janeiro - RJ)
Centro de Memória do Circo (São Paulo - SP)
El Circense (Buenos Aires - Argentina)
Encontro de Bastidor (Brasília - DF)
Escola Nacional de Circo (Rio de Janeiro - RJ)
Instituto de Ecocidadania Juriti (Juazeiro do Norte - CE)
Intrépida Trupe (Rio de Janeiro - RJ)
Panis & Circus (São Paulo - SP)
Teatro de Anônimo (Rio de Janeiro - RJ)